22 de ago de 2011

Lendas do Folclore Brasileiro


O dia do Folclore Brasileiro
Hoje estamos a comemorar
Existem muitas lendas
E sobre algumas delas, eu vou rabiscar


O lobisomen se faz presente
E a lenda é a seguinte
Um homem foi atacado
Em noite de lua cheia
E como ele não morreu
A capacidade de virar lobo
Ele com certeza desenvolveu


Mãe-D'água, parecida com sereia
Com seu canto atraente
Consegue encantar os homens
Levando-os pro fundo do mar
E dela, ele vira dependente


Mula-sem-cabeça
A lenda é interessante
Uma mulher teve romance com um padre
E como castigo, acontece algo arrepiante
De quinta pra sexta, transforma-se
Vira quadrúpede, galopa e salta sem parar
E pelas suas narinas, fogo ela fica a soltar


Originário do Nordeste brasileiro
Tem outra lenda horripilante
É a da Cabeça Satânica, ou Cabeça Errante
Tem forma de cabeça de uma pessoa
De cabelos compridos, olhos arregalados
E muito, muito amedrontadores
Carrega na face um sorriso
Se desloca no chão, rolando
E muitas vezes saltitando


Pra terminar, vou falar do Barba Ruiva
Lenda da lagoa do Paranaguá
Dizem que era uma pequena lagoa
Quase uma fonte pras bandas de lá
De repente cresceu, por encanto
E foi assim que aconteceu
Um viúva tinha três filhas
A filha mais nova, um dia adoeceu
Estava ela esperando um menino
E o namorado morrera, antes de com ela se casar
Com vergonha, descansou nos matos
E o seu filho, num tacho foi colocar
Sacudiu-o dentro da pequena fonte
O tacho desceu e subiu logo na corredeira
Trazido por uma Mãe-d'água
Que com raiva, amaldiçoou a moça que chorava na beira
As águas foram subindo e correndo
Numa enchente sem fim
Dia e noite, alagando tudo
Num eterno sem-fim
A lagoa ficou encantada
Cheia de luzes e de vozes
Ninguém conseguia morar na beira
Pois de noite, ouvia-se um choro atroz
Com o tempo o choro parou
E vez por outra aparecia um moço
De dia com barbas ruivas
E de noite, sua barba branca era um colosso
Eu naquela lagoa
Nunca quero minhas roupas lavar
Pois dizem que pros homens ele nem liga
Mas as mulheres, ele agarra e ferra a beijar (rsrs)
Mas existe algo que pode acabar com o barba ruiva
Mas ainda não nasceu mulher corajosa pra isso
Basta jogar nele, água benta e um rosário sacramentado
Quando ele vier de encontro a ela
Assim ele será totalmente desencantado

E aí meninas, quem de vocês se arrisca
a ir na lagoa do Paranaguá?
Fica no Piauí.

Se eu vou????

Eu não,
Não vou não,
Quero não,
Meus filhos não deixam não...
rsrsrsrs

Feliz dia do folclore.
Beijos pra todos meus queridos amigos.

9 comentários:

  1. Foi um lindo trabalho de pesquisa pra fazer essa bela poesia!Adorei e claro, também não vou não,rsrs beijos,tudo de bom,chica( cheguei agora lá da mãe, um quadro triste!)

    ResponderExcluir
  2. Que beleza, Majolinda!!

    Uma poesia que é uma verdadeira aula sobre nosso Folclore!

    Sempre uma delícia ler você!

    Beijo grandão e meu carinho!

    ResponderExcluir
  3. Olá Majoli,

    Que bela forma de contar um pouco das maravilhas do nosso folclore Brasileiro. Não sabia da história desse Barba Ruiva não, bom conhecer para passar bem longe da lagoa do Paranaguá. Rsrsrs... Beijinhos para você e uma ótima semana! =D

    ResponderExcluir
  4. Muito bom querida minha.
    Ficou lindo.
    Bom... Quanto a desencantar o moço? Felipe não iria deixar mesmo! Rsrsrsrs.

    Beijinho Majoli

    ResponderExcluir
  5. Majoli,como ficou legal contar essas lendas em forma de poesia!Tem que ter mesmo muito talento!Eu adorei,menina!Bjs,

    ResponderExcluir
  6. Bom dia Majoli!
    Que forma mais gostosa de se falar de folclore.
    Um modo divertidode se aprender mais sobre tantas lendas do nosso amado país.
    Uma ótima semana para ti com muitas alegrias e energias positivas.
    abração

    ResponderExcluir
  7. Oi Majoli, adorei saber mais sobre o folclore!!!

    Bjs do Neno

    ResponderExcluir
  8. Menina de Deus, não é que este ano eu esqueci do folclore!!rs...acho que foi por conta de estar curtindo os meus 64 aninhos que é também dia 22..rs.Seu post está um show!bjs e votos de paz.

    ResponderExcluir
  9. minha melhor vvisita do dia. minha mae mandou escolher um texto para ler e li um montao. Sua cidade é perto de Pinda´né? eu ja fui ai. Eu tenho um blog que minha mae fez pra eu escrever, se puder me visita la. To levando seu selinho!.
    http://coisasdemeninojoao.blogspot.com/

    ResponderExcluir