5 de nov de 2012

O Trenzinho

 Um trenzinho bonito
De tão belas cores
Carrega na cabine escrito
O nome, Maria Dolores

Tentei até descobrir

A razão dessa homenagem
O google de imediato abri
E fiquei na espionagem



 Mas como nada encontrei
Fiquei aqui a matutar
Maria Dolores, de você nada sei
Mas uma história tu há de ganhar

Seu pai foi um maquinista
Da antiga RFFSA
Que em 1999 foi extinta
Deixando fumaça no ar
 

Como ele já estava aposentado
E não tinha muito o que fazer
Foi ficando agoniado
E uma grande ideia viu nascer
 

Convidou antigos amigos
Que com ele tinham trabalhado
Disse, venham ter cá comigo
Tenho um plano bem bolado

Um trenzinho vamos construir
Uma réplica bem original
Com chaminé, sino  para atrair
E uma cabine bem legal



 Foi assim que começou
O nascimento do trenzinho
Peça por peça organizou
Juntando tudo devagarinho
 

A montagem foi acontecendo
Crescendo a ansiedade
Todos, que ali estavam, querendo
Ver a grande obra em sua totalidade

Depois da labuta de vários dias
Enfim o trenzinho pronto estava
No coração de todos grande alegria
Era um sonho que se realizava

 

Colocaram sobre os trilhos
E olharam satisfeitos
Mas faltava algum brilho
Pra deixar ele mais perfeito

 
 Cada qual com seu pensamento
O trenzinho ficou a olhar
Descobrindo em determinado momento
Que um nome ele precisava ganhar

 
 Assim disseram para o amigo
Que teve a grande ideia
Tu escolhes, concordaremos contigo
Nem precisa de assembleia

Ao passado fez uma viagem
Lembrou de sua filha amada
Que mesmo em dias de friagem
Na janela ficava pra receber sua acenada

 
 Foi assim que Maria Dolores
Teve seu nome ali bordado
E numa mistura de muitas cores
O trenzinho foi inaugurado


Hoje ele está exposto
Em um shopping da cidade vizinha
Muitas crianças e adultos tem o gosto
De subir pela escadinha

 Ali muitas fotos são tiradas
De maquinista a gente pode brincar
E eu que sou muito atirada
Não resisti, coloquei o trem para apitar

21 comentários:

  1. Mas que lindo,Majoli!!Adorei e que linda pesquisa e homenagem! Adorei ver. Lindo!Adoro trens! beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Oi Majoli!
    Que lindo! E assim o trenzinho ganhou uma bela história de carinho e perseverança.
    Beijinhos e uma linda semana!

    ResponderExcluir
  3. Que bela história Maria Dolores ganhou! E tenho certeza que muitos dos que trabalharam na extinta RFFSA se encantariam com esta bela poesia.
    Parabéns Majoli. Beijo

    ResponderExcluir
  4. Muito bom mesmo ler uma história em versos, ficou maravilhosa, e como hoje é o dia da cultura por que não homenagear um trenzinho que fez parte dela.
    Abraço

    ResponderExcluir
  5. Lindo!!! Lindo!!! Lindo!!!
    Parabéns amiga!
    Assim, dá gosto a gente ler! Obrigada.
    Bjssssss

    ResponderExcluir
  6. Ah, Majoli! Que coisa mais linda e fofa de ler! Sensibilizei-me, pois lembrei da Maria Fumaça de minha terra quando nos meus tempos de criança.Ao apitar, sinalizava que momentos após passaria na rua principal e eu que morava numa transversal, saia desbandeirado para vê-la graciosamente deslizar sobre os trilhos.Quanta saudade!
    Abração, querida!

    ResponderExcluir
  7. Linda história contada em versos. Parabéns Majoli.

    ResponderExcluir
  8. Linda história de superação. Adorei! Mais uma postagem neste blog que eu adoro almada! Bjão

    ResponderExcluir
  9. Ah que lindeza Majoli
    Fiquei encantada com sua inspiração sensibilidade e sabedoria pra versejar tão lindamente diante da simplicidade.
    Taí o grande motivo dessa alma sequiosa de afeto que não pode deixar de amar.
    Obrigada por nao ter ido embora nesse trensznho deixando-nos sem teu carinho .
    Please, é só um brinquedinho exposto no shopping, está bem?
    beijinhos pra iniciar nossa semana.

    ResponderExcluir
  10. Sua história em forma de poesia ficou mágica. Show! Bjs.

    ResponderExcluir
  11. Que bela poesia esse trenzinho ganhou! Gostei muito!
    Beijos e uma maravilhosa semana!

    ResponderExcluir
  12. Parabéns minha amiga!!
    Quanta criatividade!!!!
    Que você continue sempre assim.
    Beijos no seu coração.

    ResponderExcluir
  13. Oi Majolinda, amei dar uma volta na historia desse trenzinho.
    Bjks e linda semana minha flor.

    ResponderExcluir
  14. Gostei Majoli da história.Parabéns.Bom que voltou.Bjus\Flor*

    ResponderExcluir
  15. Majoli,muito linda poesia do trenzinho,contando toda a história da Maria Dolores!Sabe que adoro seus poemas infantis!bjs,

    ResponderExcluir
  16. Perfeito Majoli, quanta criatividade!
    Quando a inspiração está a todo vapor, até um simples nome no trenzinho se transforma em uma bela poesia.

    Gostei demais!

    Beijos! =D

    ResponderExcluir
  17. Majoli, que linda e emocionante história da Maria Dolores! Pedrinho adora trenzinhos, vou ler para ele amanhã! Amei!!!
    Bjs
    Pedro e Amara

    ResponderExcluir
  18. Que lindo Majoli!
    A emoção tomou conta de mim, que doçura de história, eu adoreiiii e vou ler para minha sobrinha Isadora...beijinhos

    ResponderExcluir
  19. Pedrinho, adorou a locomotiva! Ele perguntou se a Maria Dolores vivi na ilha de Sodor? Sodor é uma ilha fictícia onde mora a locomotiva Thomas e seus amigos.
    postagem do trenzinho Thomas.
    http://mpequenoprincipe.blogspot.com.br/2011/06/ola-meninas-e-meninos.html#links
    Com carinho
    Pedro e Amara

    ResponderExcluir